3 de fevereiro de 2012

CANIL DE EXTERMÍNIO DE ANIMAIS EM ITAPEVI - PROCESSADO



O canil de Itapevi é uma empresa, contratada por diversas cidades da região, para recolher cães e gatos das ruas... e matar.

Durante os ultimos três anos travamos uma batalha de visitas alternadas entre o canil, a prefeitura, a secretaria de saúde e o Ministério Público.Fomos ao município, pelo menos, sete vezes.


Chegamos a solicitar a cópia de todo o inquérito, com seis volumes.

Na primeira visita que fiz ao local, ao descobrir uma cadelinha que deu entrada com queimaduras, há 3 meses sem tratamento, cujos ossos estavam expostos, o veterinário responsável quase me agrediu.



"Logo que chegaram ao canil, a primeira impressão foi a de um verdadeiro “Depósito de Animais”. A situação já grave, porém, tornou-se ainda pior na medida em que foi constatado posteriormente a condição semelhante a um “Campo de Concentração”."


Outro fato desagradável foi quando os assessores perceberam num canil uma cadelinha SRD de cor amarela com ferimentos profundos na pele, questionado sobre o tratamento bem como a ficha de tratamento da mesma o veterinário confessou que não fazia ficha de acompanhamento de nenhum dos animais do canil, mas que a estava tratando. Os assessores solicitaram que a cadelinha fosse retirada do canil a fim de verem os ferimentos, ao retira-la o tratador informou que ela chegou com ferimentos causados por água fervente, e que já estava no canil há aproximadamente 3 meses. Neste momento iniciou-se uma grave discussão com o veterinário Dr Samil, já que os assessores do deputado estadual Feliciano Filho perceberam que devido á gravidade dos ferimentos e o tempo sem nenhum tratamento os ossos da cadelinha já estavam expostos. Muito alterado o veterinário teve que ser contido enquanto os assessores saiam do local. "
http://www.felicianofilho.com.br/2010/?page_id=338 


Na segunda visita fomos tratados com descaso e proibidos de entrar 

"Antes da reunião nos dirigimos ao “Canil de Itapevi”, onde fomos recebidos na porta por um funcionário. Nossa entrada não foi permitida..."

"O Dr. Sidney não reconhece o “Canil de Itapevi” como “Canil Municipal”, apesar do mesmo estar dentro do município, onde também reside seu proprietário. Além disso o “Canil” possui um contrato firmado com a Prefeitura e recebe todos os animais capturados no município de Itapevi e outros seis municípios." 


Na terceira visita fomos acompanhados pelo Ministério Público e representantes de Secretaria Estadual de Saúde 

"Encontramos cerca de cinco freezeres completamente cheios de animais, dezenas de corpos de cães e gatos, adultos e filhotes, alguns em sacos plásticos, outros simplesmente jogados nos freezers."

"Animais com sarna junto com sadios;

Grades enferrujadas;

Animais visivelmente em depressão;

Cerca de 8 filhotes em um canil úmido, sem ter onde se proteger do frio, que na data da visita marcava os 12ºC;

Outro canil com a mãe e seus filhotes, cerca de seis, também sem proteção alguma, com um ralo aberto no qual poderiam cair a qualquer momento;"


Recebi a noticia de que a promotora de justiça entrou com uma Ação Civil Pública contra a empresa de extermínio de animais de Itapevi 


Ainda há esperança nesse mundo!

3 comentários:

amoranimais disse...

Gente, não sei mais o q pensar! Convivemos com seres que não são humanos, não é possível essa situação!
Nossa arma é a divulgação insessante até q isso mude!

Thais B. disse...

Oi, Lilian!
Essas coisas até me fazem mal só de ler. Trato meu filhinho com tanto amor, tanto cuidado, que quando vejo pessoas exterminando animais desse jeito... meu coração ameaça parar!
Tomara que toda essa ação dê certo, e rápido, porque os bebês não podem esperar!

Útil demais o seu blog, adorei e vou visitar sempre.

Um beijo!

Cristina Bortoli disse...

O mais revoltante é a atuação de veterinário neste campo de concentração, na defesa, não dos animais, mas facilitando seu sofrimento e morte, em vez de lutar contra.

Que absurdos!!!!