segunda-feira, 21 de março de 2011

Deficiente visual mantém cão guia cego como pet

 

    Opal (à esq.) é a responsável por auxiliar seu dono e também seu ex-cão guia, Edward
   Crédito: Reprodução/ Daily Mail


O labrador Edward perdeu a visão devido a um problema de catarata, mas seu dono adotou outro cão para guiar ambos
A cumplicidade entre o labrador Edward e seu dono Graham Waspe vai muito além daquela construída pelo fato do cachorro ter sido o seu guia ao longo de seis anos. Os dois se tornaram tão amigos que mesmo depois que o animal perdeu a visão e precisou ter seus dois olhos retirados o britânico decidiu mantê-lo como pet.
De acordo com o jornal Daily Mail, como Graham ainda precisava de um novo guia, ele acabou adotando a labradora Opal para ajudá-lo e também a Edward. Em entrevista à publicação o britânico contou que sentiu-se devastado com a notícia de que um quadro severo de cataratafez com que seu amigo leal também perdesse a visão.
    Edward (à esq.) foi cão guia durante seis anos, cargo hoje ocupado pela cadela Opal
    Crédito: Reprodução/ Daily Mail
Felizmente, a adaptação de Edward foi completa, tanto que o animal pôde até ajudar sua nova colega nas atividades de cão guia. Também é comum ver os dois cães saindo para brincar juntos. Ainda segundo a publicação, Opal chegou em sua nova residência, em Suffolk, Inglaterra, em novembro de 2010, e levou pouco mais de um mês para se adaptar.
Agora, a labradora de dois anos, aos poucos, vai conquistando sua reputação no bairro, uma vez que Edward já é um velho conhecido de todos. Isso porque seu dono costuma dar palestras sobre a importância do trabalho dos cães guia e sempre leva os animais junto.
“Opal tem sido ótima para nós dois. Não sei o que seria de mim e de Edward sem ela”, declarou Graham ao Daily Mail. O britânico contou ainda que faz quatro meses que Edward está aposentado, mas permanece com o mesmo espírito brincalhão de sempre.

Fonte: PETMAG

Nenhum comentário: